Avatar valdas

O Mestre Baltazar Lopes da Silva

"Ninguém deve obedecer quel não tem direito de mandar" (Cicero).

Infelizmente estamos sendo governados por inaptos e/ou por megalômanos que esquecem quem os elegeu. Por isso, lembramos hoje um dos mais ilustres filhos da terra Cabo Verde.

Segue.




On May 30 2017 at Tours, Centre, France 462 Views



Avatar valdas

Valdas On 30/05/2017

...
Baltasar Lopes - Entre a viagem uterina e o mito da Pasárgada


O tempo vai passando, consumindo memórias enquanto outras se vão suscitando na articulação entre o passado e o presente das nossas vidas, mas Baltasar Lopes da Silva tem o condão de se manter incólume no mesmo pedestal do nosso imaginário, desafiando-nos e incitando-nos a toda a hora. Volta e meia viajamos em pensamento ao seu vilarejo natal, Caleijão, na ilha de S. Nicolau, reencontro uterino que tem o condão de nos confrontar com o barro iniciático onde tudo se forjou. Ali onde se lavraram as origens de Baltasar Lopes, nasceu o pensamento literário que haveria de escriturar o passaporte que nos fermenta a ânsia de uma viagem longínqua em demanda da “Pasárgada”, a cidade que a poética do brasileiro Manuel Bandeira idealizou como o lugar da felicidade realizada. O mesmo é dizer que em Caleijão nasceu o “Chiquinho”, personagem que daria o nome à obra que marca e marcará para sempre e indelevelmente a literatura cabo-verdiana, merecendo o estatuto de primeiro romance verdadeiramente cabo-verdiano. Não tanto pela origem do seu autor, mas pela força identitária da temática sobre a qual ele se debruça, tão genuína é a forma como nos fala da luta pertinaz do homem contra a terra adusta e da tessitura do sonho e da esperança que, apesar de tudo, nunca estiolam na alma do povo das ilhas.

(Continua)


Avatar valdas

valdas On 30/05/2017

(Continuação)

A vida do personagem central do romance é um encadeamento de factos, entre as fases da sua infância e da sua formação empírica e educação escolar, antes da sua inserção na esfera social e da sua imersão na realidade cósmica. É a partir daqui que Baltasar Lopes nos convidará a lutar e a procurar a felicidade numa “Pasárgada”, estimulando-nos a romper as prisões das nossas ilhas, desde que mais tarde regressemos para as reconstruir à medida de uma nova arquitectura. Recordar Baltasar é enaltecer a pureza identitária do seu ideário e é manter actualizado o sonho que nos instilou de nunca desistir de percorrer o itinerário para um futuro mais feliz. No fundo, nisto reside a dramaturgia cultural cabo-verdiana. Onde a saudade e a melancolia por vezes nos invadem mas sem nos tolher o passo da caminhada.

(Continua)


Avatar valdas

valdas On 30/05/2017

(Continuação)

A cidade adoptada pela mitologia poética dos Claridosos ainda não foi diluída no nosso imaginário porque, longe de ser realizado, o ideal permanece intacto. O homem e intelectual filho dilecto da terra madrasta, talhado na aspereza das nossas fragas, imbuído do mais genuíno sentimento telúrico de identidade e comunhão, pairará sempre na nossa memória e no nosso sentimento, para lá do véu diáfano que encobria o seu recolhimento de medianeiro entre o povo das ilhas e o seu destino. Baltasar esteve sempre presente na sua “mamãe-terra”, mas simultaneamente ausente nos meandros interiores das suas lucubrações, como exigia o seu espírito livre de eterno velejador do mar do nosso ethos colectivo. Possuía o inconformismo dos justos e agia com a liberdade dos inocentes, munido de uma superior inteligência, de uma notável e profunda cultura literária e daquela bondade que anima as almas solidárias, o que o consagrou desde cedo para a vocação natural de inspirador do ideário do seu povo.

(Continua)


Avatar valdas

valdas On 30/05/2017

(Continuação)

Baltasar Lopes foi quem mais fielmente interpretou a autognose nacional. Para lá do seu indelével recorte na história do seu país, o nevoeiro da lenda cairá um dia sobre a sua figura, com tudo o que isso tem de sedução e mistério, não sendo despropositado imaginar que ele venha um dia a ser invocado nos altares em que o nosso povo deposita toda a veemência da sua fé ancestral. Invocando-o sem fantasia messiânica mas antes com o reconhecimento teleológico do legado herdado, o povo de Cabo Verde sentirá levedados os seus legítimos anseios e renovado o alento para persistir na sua luta por um futuro melhor e mais digno.

Adriano Miranda Lima

in storiacatemdone.blogspot.pt




valdas

Favorite valdas

male - 09/02/1933 (84 years old)
964 Photos
Tours, Centre, France




1 Favorites Groups »

  • amiens_amiens

    Amiens_amiens

    Bienvenue sur le Fotolog des amis de la ville d'Amiens, capitale de la Picardie. Si vous adorez cette ville, si vous y êtes né, y vivez, y avez vécu, ou y êtes simplement venu une fois en tant que touriste, si vous êtes passionné de géographie urbaine et d'architecture amiénoise, partagez ici les photos de votre Amiens... :)

    amiens_amiens vous invite aussi à promouvoir sur sa page des évènements culturels se déroulant dans la ville. Alors bon post et Vive Amiens !!...



Flash of valdas

  • 7_flordmanaca
  • 1974_susiloff


Tag - Hair
Loading ...