Avatar loucartis

(1.550) – MANUEL LERENO – Teatro Radiofónico
Foto: Jaime Santos, Luís Filipe Costa, Manuel Lereno e Varela Silva



Já em tempos aqui falei do Manuel Lereno, quanto a mim, o maior na Arte de Dizer que alguma vez tivemos e tão esquecido tem sido pelos responsáveis da cultura do nosso país.

Actor, Declamador, Director/Encenador, Autor e Poeta.

Infelizmente são poucas as fontes onde se pode encontrar a biografia deste artista que já nos deixou há muito. O pequeno texto resumido que possuía sobre a sua vida e obra não o consegui encontrar.

O Manuel Lereno era um homem sempre bem disposto e divertidíssimo, são muitas as anedotas e cenas caricatas que sobre Ele se contam.

Era vulgar encontra-lo na Ribeira Brava, café do Parque Mayer, hoje inexistente, onde a troco de um garoto nos brindava com um poema como só Ele sabia fazer. Foram célebres as tertúlias das 5ª.s Feiras, onde no citado café se ouvia poesia e a inconfundível voz do Lereno.

UM APLAUSO PARA A TUA ESTRELINHA ACESA LÁ EM CIMA





Um doce e colorido Domingo de Ramos
Façam o favor e o “sacrifácio” de ser felizes

Beijo/Abraço
Luís Testa




On April 05 2009 208 Views



Avatar monsi_ales

Monsi_ales On 05/04/2009

akii andooo
de carreritaaa
eeeeeeeeeee
cudiezeeeee.


Avatar luzesdaribalta

Luzesdaribalta On 05/04/2009

Histórias fantasticas que se contam deste grande actor! Só neste Pais de esquecidos é que se pergunta quem foi???
Tou com o Pc com problemas estou a comentar com o portatil



Até Já PAULO VASKO


Avatar lobocry

Lobocry On 05/04/2009

Ainda convivi com o Manuel Lereno,na famosa Ribeira Brava,bons momentos se passavam nesse café.
Para o Manuel Lereno,um aplauso do tamanho do talento que esbanjou,por este Portugal tão ingrato.
Para ti uma óptima semana,e um beijinho.
Lobo


Avatar marimareque

Marimareque On 05/04/2009

Hola Luis!!!

felicidade tamen pra ti


Beijo e Abraço querido amigo!!!


Avatar csbenedetti

Csbenedetti On 05/04/2009

Luíz
Não sei se já lhe falei que meu pai nasceu no Luso, perto de Coimbra e seu avô era dono do primeiro e único cinema da cidade, O Cine Teatro Avenida, que até pouco tempo, embora destivado, pertencia à família. Me emocionei muito quando fui ao Luso e conheci o cinema, lembrei de todas as histórias maravilhosas que meu pai, agora com quase 90 anos, sempre me contou a respeito, dos filmes que lá assistiu e da pianista que sempre tocava antes de cada espetáculo!
O seu amor à arte me faz lembrar, entre outras coisas, desses fatos!
Bjssss


Avatar estrelalinda

Estrelalinda On 05/04/2009

Tenha uma boa noite.
Beijos
Estela


Avatar _minina_

_minina_ On 05/04/2009

òla amigo luis ..tbm, pra vc ...bom domingo de ramos

beijos
paz!


Avatar becalm

Becalm On 05/04/2009

Mais uma linda recordação que nos deixas.

Beijos e boa tarde- noite de domingo.

:)


Avatar belu_17_23

Belu_17_23 On 05/04/2009

besotones...



te espero en mi flog...XD


Avatar segredos_nossos

Segredos_nossos On 05/04/2009

Um bom final de domingo.


Avatar pborgesalmeida

Pborgesalmeida On 05/04/2009

Manuel Lereno foi um dos nossos maiores actores. Cursou o Conservatório, sendo considerado pelos seus professores como um dos melhores alunos da sua geração. Estreia-se com apenas 18 anos, mais precisamente em 1932, com um pequeno papel na peça «Fascinação», levada à cena no teatro D. Maria II. Algum tempo depois, interpretava o seu primeiro papel na peça «Ternura», ao lado de Alves da Cunha e Madalena Sotto. Mas não foi apenas no teatro que Manuel Lereno foi grande, na poesia, como declamador, manuel Lereno foi um verdadeiro artista. Gravou alguns discos com poesias de de António Botto, José Régio, Fernando Pessoa, Mário de Sá Carneiro e Miguel Trigueiros. Em 1953, é convidado pelo então Ministro do Ultramar, Comodoro Sarmento Rodrigues, a deslocar-se a Angola e Moçambique para realizar 6 recitais de poesia em cada uma destas provincias. O êxito é tal, que é obrigado a actuar 32 vezes em Angola e 24 em Moçambique. Recitou poesia castelhana em espanha e poesia italiana em Itália. Fez também cinema, embora sempre pequenos papéis, exceptuando o filme «O Primo basílio», onde teve um papel um pouco maior. Trabalhou na rádio e na televisão, onde participou na rúbrica Tele teatro. Ganhou vários prémios como o «prémio Eduardo Brazão» e «prémio Augusto Rosa».
Espero que esta pequena biografia seja de alguma ajuda.
Abraço e fica bem.
Paulo


Avatar anacarol_amorim

Anacarol_amorim On 05/04/2009

aahh tempos de ouroooo na rsdio!! adoro!


Avatar l_angel_l

L_angel_l On 05/04/2009

um beijinho :)


Avatar traficandoamores

Traficandoamores On 05/04/2009

hola, muchas gracias por pasarte!!

un beso


vianelaaa


Avatar nalinixs

Nalinixs On 05/04/2009

hahahah---- era isso k eu deixei para tu completares!
Conheci um Lereno mas k nada tinha a ver com rádio e afins!

Essa tua foto trouxe-me um flash-nack - como muitas k colocas - de qd eu era menininha e fazia programas de rádio para crianças (eu mesmo uma crinça de sete). Depois, já adolescente, continuei a fazer.... ! Os meus amigos e eu costumávamos montar teatrinhos em casa e, claro, nas festas do liceu, no final do ano, tínhamos sempre, entre danças e declamações, peças de teatro. Mtas vees, à falta de melhor, colocava um xaile pelos ombros e, do patamar das escadas lá de casa, para a plateia k era a minha família, cantava... o fado! hahahha! Cheguei a cantar, não o fado, mas muitas coisas não só na radio infantil, como no teatro, num clube...

O tempora... o mores!

Beijo e un lindo domingo solarengo *_*


Show all comments

loucartis

Favorite loucartis

male - 25/03
1879 Photos
Lisboa, Lisboa, Portugal



18 Favorites Groups »



Tag - Style
Loading ...