Avatar allefcapt

Caravana parada

Serra do Mar – SP/RJ/MG
Dos diários do Capt Allef - 2009
Entradas e Bandeiras: Parque Estadual

Olá a todos,

Por mais que os avanços tecnológicos atuais nos mantenham no prumo, muitas vezes a ausência ou o mal funcionamento de bússolas, GPS ou o templo nublado nos joga em um labirinto de possibilidades.. e assim, nos perdemos.

A navegação É UMA ARTE. E DEVE SER TRATADA COMO TAL.

A Navegação é a ciência, arte, prática ou tecnologia, de planejar e executar uma viagem de um ponto de partida até seu ponto de destino.

A principal atividade da navegação é a determinação da posição atual, para possível comparação com posições previstas ou desejadas.

A invenção de aparelhos que permitem a determinação exata dessa posição, como a bússola, o sextante, o cronômetro, o radar, o rádio, e o GPS estão entre os maiores avanços científicos da humanidade.

Outro fator crucial na navegação é a existência de mapas ou modelos similares.

A BÙSSOLA (Rosa dos Ventos)

A rosa-dos-ventos é um instrumento de orientação baseado nas quatro direções fundamentais e suas intermediárias. A rosa-dos-ventos corresponde à volta completa do horizonte e surgiu da necessidade de indicar exatamente uma direção que nem mesmo os pontos intermediários determinariam, pois um mínimo desvio inicial torna-se cada vez maior, à medida que vai aumentando a distância.

Assim, praticamente todos os pontos na linha do horizonte podem ser localizados com exatidão. Cada quadrante da rosa-dos-ventos corresponde a 90º: considera-se o norte a 0º; o leste a 90º; o sul a 180º, o oeste a 270º, e novamente o norte a 360º. [1].

A utilização de rosas-dos-ventos é extremamente comum em todos os sistemas de navegação antigos e atuais. Seu desenho em forma de estrela tem a finalidade única de facilitar a visualização com o balanço da embarcação, portanto os quatro pontos cardeais principais são os mais fáceis de ser notados: norte (0º de azimute cartográfico), sul (180º), este ou leste (90º) e oeste (270º).

O GPS

O Sistema de Posicionamento Global, popularmente conhecido por GPS (do acrónimo/acrônimo do inglês Global Positioning System), conforme o nome diz, inclui um conjunto de satélites é um sistema de informação eletrônico que fornece via rádio a um aparelho receptor móvel a posição do mesmo com referencia as coordenadas terrestres, esse sistema que por vezes é impropriamente designado de sistema de navegação não substitui integralmente ao sistema de navegação astronômica, mas apenas informa as coordenadas do receptor e não o rumo indispensável a navegação estimada faltando solicitar o recurso de um simulador integrado ao receptor.

Existem atualmente dois sistemas efetivos de posicionamento por satélite; o GPS americano e o Glonass russo; também existem mais dois sistemas em implantação; o Galileo europeu e o Compass chinês e isso se faz necessário universalmente, porque o sistema americano é controlado pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos da América, DoD, para uso exclusivo militar e, embora atualmente, encontre-se aberto para uso e civil gratuito, poucas garantias temos que em tempo de guerra continue emitindo sinais o que resultara num serio risco a navegação.

O SEXTANTE

O sextante é um instrumento elaborado para medir a abertura angular da vertical de um astro e o horizonte para fins de posicionamento global navegação estimada, mas nada impede de ser usado para calcular as distancias comparando o tamanho aparente de objetos.
O seu limbo tem uma extensão angular de 60º (origem da designação sextante) e está graduado de 0º a 120º. Nele corre uma alidade destinada a apontar o instrumento ao objecto visado e a realizar a leitura do ângulo medido.

Um sistema de dupla reflexão, formado por um espelho móvel e um espelho fixo, permite efectuar a coincidência entre as imagens do horizonte visual e do objecto observado (ou dos dois objecos observados, no caso de se pretender medir o ângulo entre eles).

O sextante marítimo, o mais comum, permite realizar medições angulares com uma exactidão de cerca de 0,5 minutos de arco.

Devido à sua grande importância histórica na determinação da posição dos navios no mar, o sextante é o símbolo adoptado pela navegação marítima e pelos navegadores há mais de duzentos anos.

O CRONÔMETRO

Na verdade e ao contrário do que a maior parte das pessoas acredita um cronômetro ou cronómetro é um certificado (COSC-Contrôle Officiel Suisse des Chronomètres) que atesta a alta precisão de um relógio. Aquilo a que a grande maioria de pessoas chama de cronômetro/cronómetro é na verdade um contador, ou um cronógrafo.

Cronógrafo é um instrumento que mede o tempo e conserva a unidade. Na maioria dos modelos analógicos até centésimos de segundo.

- Segue -




On September 23 2009 15 Views



Avatar bandaplay

Bandaplay On 23/09/2009

boa noite
te f/f faz o mesmo?
ouça: http://www.myspace.com/playpunkrock
espero que goste *-*





Tag - Cinema
Loading ...